CãesDoenças em cães

Doença do carrapato no cão – Babesiose

Doença do carrapato no cão – Babesiose

A Babesiose é uma doença causada por um protozoário não transmissível ao homem. A transmissão para o cão se dá pela picada de um carrapato infectado (Rhipicephalus sanguineus).

O carrapato pica um cachorro doente, se infecta e vai picar um cão sadio, transmitindo assim a babesiose. O parasita (Babesia) infecta os glóbulos vermelhos do sangue, local onde se multiplica. Há rompimento desses glóbulos (momento em que ocorre febre), e os parasitas vão se alojar em novas células e assim por diante.

A destruição de um grande número de células vermelhas irá causar a anemia. Assim, um cão doente apresentará como sinais clínicos: perda de apetite, desânimo, letargia, icterícia (amarelão) ou palidez nas mucosas (gengivas e conjuntiva), típicos de um animal anêmico.

O diagnóstico é feito através dos sinais clínicos, histórico de infestação por carrapatos e exame de sangue, que detectará o parasita (pesquisa de hematozoários).

O tratamento é eficaz e a mortalidade é baixa quando o cão é tratado a tempo. Em alguns casos é necessária transfusão sanguínea, quando o quadro de anemia é bastante grave. O cão fica curado, mas nada impede dele ter a doença outras vezes, se for picado por um carrapato contaminado. O controle do carrapato é importantíssimo para se evitar a doença.

Obs.: A Babesiose é chamada de Nambuivú em algumas regiões do país.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar