CãesCães pelo mundo

Conhecendo cães pelo mundo – França

A imagem que as pessoas têm da França é a de um país extremamente liberal com os animais de estimação. Isso não deixa de ser verdade, porém, os donos de animais, principalmente de cães, têm que se adequar a regras de boa convivência, como qualquer um.

Apesar de muitas regalias, também existem várias restrições. Ou seja, os cachorros franceses vivem muito bem, mas é exagero pensar que eles podem entrar e fazer o que quiserem.

Os cachorros são admitidos na maioria dos restaurantes e lojas da França. Aqueles que ousam desagradar os clientes e não permitir a entrada de cães deixam isso claro com placas de advertência na porta. Mas a regra geral é: entrada permitida! Não é raro ver um garçon, antes mesmo de anotar o pedido, servir uma vasilha de água para o cachorro que está acompanhando o cliente.

Além de entrar no restaurante, os cães têm seus privilégios.
Na lojas, os cachorros dificilmente são barrados.

Se você pensa que os cães são bem vindos em todos os lugares da França, está enganado.

A entrada de cachorros na praia é proibida.

Cannes: cachorro não entra!
Mas é claro que, quando não há fiscalização, alguém sempre arruma um jeitinho para levar o cachorro para um banho de mar nas geladas águas do Mediterrâneo.

Poder não pode, mas há cães que freqüentam as praias francesas…

As regras também são deixadas de lado quando o assunto é posse responsável. Embora os donos tenham que recolher os dejetos de seus animais das ruas, nem todo mundo faz isso, e em grandes cidades como Paris, onde a população canina é gigantesca, é preciso andar atento aos “obstáculos” no chão. Diariamente, uma máquina conduzida por um funcionário da prefeitura aspira e remove as fezes dos cães cujos donos preferem ignorar a boa educação. São toneladas de dejetos, todos os dias…

Coletor de caca francês: saquinhos e lixo à disposição.

No transporte público, os ônibus reservam lugar especial para pessoas portadoras de deficiências acompanhadas de cães-guia.

Placa de aviso: lugar reservado para pessoas com cães-guia.

Algo curioso que acontece não só na França, mas também em outros países europeus como a Itália, é o fato dos medicamentos veterinários serem vendidos nas farmácias humanas. No Brasil, isso é proibido e existem regulamentações diferentes para esses dois tipos de medicamento.

Farmácias: remédios para pessoas e para animais.

Na França, você pode ir à farmácia comprar um remédio para dor de cabeça e aproveitar para comprar um anti-pulgas para seu cachorro. Simples assim.

  • Saiba mais sobre a vida dos cães na Suíça
  • Como vivem os cães no Japão?
  • Como vivem os cães abaixo de zero graus nos USA?

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar