Adestramento de cãesCãesComportamento de cães

Como acostumar o cão a usar coleira e guia

Como acostumar o cão a andar com coleira e guia

A maioria dos cães fica super alegre quando percebe que irá passear. A alegria começa quando o dono pega a coleira e a guia. Mas nem todos ficam tão felizes assim. Conheça agora dicas para estimular seu cão a gostar de usar a coleira.

O erro mais comum que os proprietários cometem é apresentar a coleira e a guia ao seu cão no seu primeiro dia de passeio na rua, que normalmente ocorre logo após terminar o esquema de vacinação.

Pense um pouco nisso. É muita novidade junta para o seu cão. De repente, ele se vê preso a uma guia que limita sua movimentação, com uma coleira em seu pescoço que o prende e sufoca, e no caso dos enforcadores, passa a ser enforcado durante o passeio. Além dessa péssima novidade, as ruas e parques são lugares cheios de novidades com sons, cheiros, formas e texturas diferentes. É muita novidade junta. Então ele puxa de um lado, o dono de outro e o passeio vira um transtorno para os dois.

Portanto, deixar para acostumar seu cão com a coleira e com a guia no primeiro dia de passeio está proibido! Acostume-o a usar o acessório desde pequeno e faça pequenas simulações de passeios dentro da sua casa ou apartamento. Assim, quando sair para a rua ele já estará acostumado com a coleira e então vai sobrar mais tempo para conhecer a rua e suas novidades.

A mesma regra se aplica para cães que já possuem medo da coleira, para cães que puxam a guia para passear e com cães mais velhos que estão acostumados a andar soltos pela rua, sem coleira. Compre uma guia e uma coleira adequada ao seu tamanho e vá acostumando a usar primeiro em sua casa.

Como escolher a coleira para o seu cão
Na maioria das vezes o melhor acessório para passear com seu cão é uma coleira simples, leve e resistente. O mesmo se aplica para a guia. Leia o artigo “Como escolher a coleira para o seu cão.”

Como acostumar o cão a usar a coleira
O segredo do sucesso é associar a coleira com coisas boas. Mostre a coleira para o seu cão e deixe-o cheirar. Distraindo o cão com um petisco, coloque a coleira delicadamente em seu pescoço. Após colocá-la, continue distraindo e brincando com um brinquedo por alguns minutos. A intenção é fazer com que ele se acostume com a coleira e não se incomode com ela em seu pescoço. Uma vez que esteja a vontade com o acessório, faça o mesmo com a guia. Distraia seu cão com petiscos e faça um breve passeio pela sua casa ou quintal com a guia frouxa. Leia também o artigo “Passear sem puxar a guia”. Você só deve sair para passear na rua após o cão estar acostumado com a coleira e com a guia em sua casa.

Medo da guia e coleira
Se seu cão tem medo da coleira e ao vê-la fica com as orelhas baixas, com o rabo entre as pernas e foge para baixo do sofá, algo está errado. Existem cães que nascem mais confiantes e outros mais medrosos. Essa é uma característica individual de cada um. Porém, o medo da coleira pode ter sido algo adquirido, ou seja, ele associou a utilização da coleira e o passeio com algo ruim. Neste caso, nunca force seu cão a andar puxando-o pela guia e nem fazendo carinho quando apresentar sinais de medo.

O primeiro passo é associar o uso da coleira com algo bom como sugerido nos parágrafos anteriores. Em seguida, faça passeios curtos em ruas calmas e em horários de pouco movimento. Gradualmente vá aumentando o percurso e o tempo. Associe o passeio com coisas boas como petiscos, brinquedos e com o encontro de amigos que ele goste, como um cão ou uma pessoa que ele goste muito. Se mesmo assim seu cão continuar apresentando sinais de medo, procure um adestrador com experiência em comportamento e que utilize métodos modernos baseados em recompensas para lhe auxiliar no treinamento. O medo pode ser controlado através de exercícios de dessensibilização e de técnicas de motivação para aumentar a auto-confiança do cão.


André Barreto
Treinador de cães
www.andrebarreto.com

 

André Barreto

Treinador de cães

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar