Peixes

Aquarismo – como escolher o melhor peixe para seu aquário

Como escolher o melhor peixe para seu aquário

Com seu aquário montado e funcionando, chega o grande momento de escolher os peixes. Você vai até a loja mais próxima e entra decidido a levar vários peixes coloridos para casa. Até aí tudo muito fácil, mas quando você começa a olhar para aquela infinidade de aquários e peixes diferentes aparecem as dúvida: Que peixe devo levar? Quantos peixes posso levar? Como saber se o peixe escolhido está saudável?

Nessa hora é fundamental que você não compre por impulso e tente conversar bastante com o lojista para tirar o máximo de dúvidas possíveis.


Ao escolher seus peixes, procure saber:

1. se a espécie escolhida tem alguma necessidade especial com relação ao PH, temperatura ou qualquer outra restrição com relação a qualidade da água;
2. se as espécies escolhidas são compatíveis entre si (algumas espécies são inimigas naturais e não podem conviver em um aquário comunitário);
3. se os peixes que você está levando têm alguma necessidade especial com a alimentação (alguns peixes comem somente alimentos muito específicos e não são indicados para iniciantes);
4. o quanto irá crescer o peixe que você escolheu, porque muitas vezes, um peixinho lindo e colorido é somente um filhote, mas quando cresce pode virar literalmente um gigante desastrado em seu lindo aquário.

Após levar em consideração os tópicos acima, e com as espécies de peixe já selecionadas, você deve observar os seguintes itens para saber se o peixe que você vai levar está saudável:

1. Observe atentamente o peixe para verificar se ele está bem ativo e se ele nada sem problemas (normalmente peixes apáticos e/ou com dificuldades para nadar estão doentes);
2. Observe as guelras do peixe para ver se ele respira normal e pausadamente (respiração acelerada ou peixe respirando insistentemente na superfície d’água são sinais de que algo não está bem);
3. Observe se os peixes estão com alguma marca ou lesão no corpo ou nas nadadeiras, como pôr exemplo, tufos de algodão ou pintinhas brancas, ou mesmo se as nadadeiras estão se desfazendo (esses são sinais de fungos, bactérias patogênicas ou parasitas);
4. Observe se o peixe não está se coçando ou se esfregando no fundo do aquário ou nas pedras da decoração (esses são sinais de infestação por parasitas);
5. Se possível, peça para o lojista alimentar os peixes na sua presença e verifique se eles se alimentam normalmente (peixes com o apetite normal são peixes saudáveis).

Com essas dicas e a ajuda do lojista você tem tudo para começar de pé direito na hora de escolher e levar seus peixes para casa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar